16 de Junho de 2009

Sr. Jorge Mota respondendo à sua pergunta, Pombalinho perdeu sim o título de vila, hoje não passa de uma aldeia a meio da serra entre Rabaçal e Degracias, sendo estas ultimas mais desenvolvidas que Pombalinho. Para lhe dar uma ideia a aldeia em si possui apenas 69 pessoas, sendo 7 destas emigrantes e outras  4 são ingleses que compraram cá casa para restaurar e por aqui vão passando os seus dias de reformados. Portanto estamos a falar de cerca de 21 familias que aqui habitam e que são sobretudo gente idosa. metade da aldeia está praticamente desabitada. Se não fosse a Igreja Paroquial que é o unico local de concentração de pessoas que temos cá na aldeia e só aos domingos, penso que ainda estavamos pior.

  Não sabia que Pombalinho tinha tido uma escola primária, pois sempre me lembro de ouvir contar aos meus pais e avós que a escola primária que frequentavam ficava no lugar das Cotas, que foi também a que frequentei. Actualmente as crianças da freguesia têm todas a instrução primária em Degracias (freguesia vizinha).

  Aqui no lugar apenas sei onde era a cadeia /prisão dos tempos dos seus antepassados, e que agora é uma casa de habitação que está para venda, mesmo ao lado do pelourinho. Sei também onde era o palácio que de pé já só tem meia parede e que está num terreno que ainda hoje se chama " o Paço", penso que não será por acaso este  nome. Que pena não haver fotos naquele tempo, para se poder ver como tudo era.

  Quanto aos seus possíveis familiares afastados assim que os vir falo com eles, talvez já no próximo domingo.

  Desculpe a curiosidade mas é só curioso pelo tema da genealogia ou trabalha no ramo? Já agora é de onde?

 

Cumprimentos

 

 

publicado por pombalinho-soure às 17:42

Jorge Mota disse sobre Ao Sr. Jorge Mota na Quinta-feira, 11 de Junho de 2009 às 11:05:


 

     

 

Bom Dia,

Ainda bem que continua empenhada no desenvolvimento do Blog sobre Pombalinho, e espero que os seus conterrâneos venham a demonstrar mais interesse por esta sua salutar iniciativa.
Quanto à família Mota que existe na freguesia, é bastante provável que tenha a mesma origem, dado que os primeiros Motas que surgem no local, segundo os registos paroquiais, são os que resultam da geração do casamento em 1805 de António José da Motta (natural de Vila Verde / Braga) com Joaquina Rosa de Sá (natural de Cotas), casamento este que originou 11 filhos:

1) Victorina da Conceição (1806-1854), morreu solteira em Pombalinho;
2) José Narciso (1807), Bacharel em Direito, casou no Rabaçal e lá teve geração;
3) Joaquina da Nazareth (1808-1852), morreu em Pombalinho;
4) Joaquim José (1808), Doutor em Canônes, juiz de direito, este é o meu ramo;
5) Gilberto (1809), morreu criança;
6) Gilberto José (1811), que casou e teve geração em Pombalinho, como está referido no Geneall.net;
7) António José (1812), foi professor primário em Pombalinho;
8) Emília Maria (1813);
9) Agnelo (1814);
10) Rosália da Natividade (1815);
11) Maria Joaquina (1816).

Do que referi anteriormente, penso que os Motas actualmente existentes serão muito provavelmente descendentes de Gilberto José (N.º6), António José (N.º7) e Agnelo (N.º9).
Se algum dos seus conterrâneos Motas tiver curiosidade, não me importo em fazer ligação à minha árvore e lhe facultar dados sobre a história da família.

Aproveito para lhe perguntar, se Pombalinho perdeu a categoria de Vila, que teve pelo menos até ao Sec. XIX, tendo sido até concelho até 1836?

Cumprimentos,

Jorge Mota

publicado por pombalinho-soure às 17:39

04 de Junho de 2009

 

ORAGO DE N.ª SR.ª DA ANUNCIAÇÃO

 

  Esta foto é de uma pintura que simboliza a Anunciação do Anjo a Maria ( altura em que o anjo Gabriel disse a Maria que esta ia dar á luz o filho de Deus) e que se encontra na igreja paroquial que a esta é dedicada . Inicialmente esta imagem encontrava-se a cobrir frontalmente o trono da igreja e só era retirada quando havia alguma solenidade importante, deixando ver por detrás dela o trono em escada, o qual era todo composto por flores.

  Actualmente esta pintura foi emoldurada aquando do restauro integral da igreja, e colocada na parede junto ao altar. O trono permanece agora sempre visivel, encontrando-se lá a imagem de Cristo na Cruz.

  A festa da N.º Sr.ªa da Anunciação irá realizar-se já este mês, no dia 21 de Junho. Será uma festa simples, em que se irá realizar uma procissão, onde serão levadas a imagem de N.ª Sr.ª e do Sagrado Coração de Jesus, uma vez que a festa será dos dois .

  A seguir às cerimónias haverá lanche/ convívio, especialmente dirigido ao povo da freguesia mas também a quem queira aparecer. Será uma boa oportunidade para visitarem a igreja paroquial, que é de opinião geral uma das mais bonitas da região, apesar de também já ter sido alvo de assaltos ( assim se vai perdendo o património de uma região).

  Um detalhe novo na festa vai ser a integração definitiva de uma irmandade ( que já houve noutros tempos) desta vez mista...e que este ano vai ter mais visibilidade, pois as coisas estão a ser organizadas nesse sentido.

  Aos meus conterrâneos que visitarem este blog, não deixem de participar, irão ser necessárias pessoas para levar bandeiras, andores, etc...e podemos realmente começar a ser mais unidos em torno da nossa freguesia, que é o que falta!

 

Até lá!!!

 

publicado por pombalinho-soure às 12:12

 

BRASÃO DA FREGUESIA DE POMBALINHO

 

Escudo de ouro, oliveira arrancada de verde e frutada de negro, entre duas ovelhas de azul, realçadas de prata e unguladas de vermelho, a da dextra volvida; em chefe, cruz da Ordem de Cristo. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro: «POMBALINHO - SOURE».

 

 

BANDEIRA DA FREGUESIA DE POMBALINHO

 

Bandeira azul. Cordão e borlas de ouro e azul. Haste e lança de ouro.

 

 

SELO DA FREGUESIA DE POMBALINHO

 

Nos termos da Lei, com a legenda: «Junta de Freguesia de Pombalinho - Soure».

 

publicado por pombalinho-soure às 11:33

03 de Junho de 2009

Boa tarde Sr. Jorge

 

  Por acaso já sabia desses seus ascendentes, pois numa pesquisa que fiz sobre Pombalinho na net, acabei por aceder ao geneall.net, e aí pude verificar que tem raízes aqui. Inclusivé cheguei a inscrever-me no site para lhe puder responder acerca dos registos paroquiais que procurava, mas acabei por não o fazer pois a informação que lhe iria dar não estaria correcta. Foi através dos seus comentários com seus colegas que descobri que podíamos ver os registos paroquiais mais antigos via net, no arquivo da universidade de Coimbra, mas dos quais não se consegue perceber muito.

  Eu própria já cheguei a consultar os registos paroquiais daqui, só por curiosidade, para saber quem eram os meus antepassados, mas só consegui ir até 1800.

  Quanto ao blog ainda bem que gostou da iniciativa, pois eu realmente sinto-me muito triste ao ver o sitio onde já passei 25 anos de vida, a desaparecer aos poucos, realmente gostava de fazer algo mais.

  Só por curiosidade, ainda existe uma familia Mota aqui na freguesia , será que têm algo a ver consigo?!!

 

Volte sempre!!

publicado por pombalinho-soure às 16:00

Jorge Mota disse sobre Pombalinho, primeiro post! no Sábado, 30 de Maio de 2009 às 19:17:


 

     

 

Boa Tarde,

São sempre de louvar estas iniciativas de divulgação da nossa terra.
Eu por acaso não sou de Pombalinho, mas descendo de naturais que aí nasceram no tempo em que Pombalinho era concelho ...
O meu tetravô Joaquim José da Motta, deverá ter sido um dos últimos provedores do concelho, e o seu tio Francisco José da Motta, era o Prior de Pombalinho por essa altura.

Cumprimentos,

Jorge Mota

publicado por pombalinho-soure às 15:59

30 de Maio de 2009

  Bem vindos todos quantos entrarem neste blog. Sou nova nestas andanças mas espero poder dar a conhecer um pouco da minha terra e dos seus encantos. Como acontece com várias aldeias por este país fora também a minha tem poucos habitantes e cada vez vão sendo menos. Assim espero que se interessem por esta região e que a venham visitar.

  Pombalinho situa-se no concelho de Soure distrito de Coimbra, na chamada serra de Sicó. É uma zona tipicamente rural, mas com paisagens de tirar o fôlego. Quem por aqui passar verá matas verdejentes, principalmente nesta altura do ano, e serras distantes como é o caso da Serra da Lousã.

  Nos próximos posts irei colocar um pouco da história desta pequenina aldeia, sede de freguesia, mas que em tempos longínquos já foi concelho.

 Ahh... sem esquecer muitas fotos ...

 

 

publicado por pombalinho-soure às 15:32

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


arquivos
2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Visitantes
subscrever feeds
blogs SAPO